terça-feira, 6 de outubro de 2009

Primeiro Festival de Software Livre de Belo Horizonte

Impressionante, quase mais de uma semana depois e cá estou eu mineirando[1] um tempo livre pra conseguir escrever algumas linhas sobre o assunto.

o primeiro de muitos
(cartaz do evento)

Organização e Infra:
A organização foi bastante competente, não houve nenhum gap - ou pelo menos nenhum que eu tenha percebido. Wifi funcionando em quase 100% do evento e horários de palestras ok - exceto por uns palestrantes furões. Falando em palestrantes...

Palestras:
Ok, confesso que acordei tarde e que cheguei quase na hora do almoço no evento. Ok, *na hora do almoço*. Gastei boa parte da tarde revisando e corrigindo a minha própria palestra.

Mas uma palestra em especial merece algumas linhas a mais: Deixo aqui os parabéns ao Lamarque pela sua palestra-história-de-vida. Passou quase uma hora e meia falando de suas experiências pessoais em escrever driver de kernel, postar na LKML, ser tratorado, resolver bugs postar patches e por ai vai. Gostei disso por dois motivos claros: 1) Isso representa fortemente o espírito de nerd && computeiro - fazer a coisa funcionar por que *pode* e não por que quer provar alguma coisa ou por que alguém mandou. Pelo simples fato de estar interessado e querer resolver. 2) O conteúdo técnico pouco importava, a idéia era que "contribuir com SL não é um bixo de 9 cabeças". Vai lá, leia a documentação, fale com a galera no canal, poste e por ai vai. No fear.

(minha palestra do vimbook - crédito: Djavan)

Falando em palestras, a minha sobre vimbook foi bem divertida. O público era bastante interessado, os exemplos funcionaram na hora e o mais importante: As minhas piadas sem graça mantiveram as pessoas acordadas mesmo depois do devastador almoço de comida mineira. Great! Piadas a parte, o que gostei mesmo foi que as pessoas ficaram interessadas no vimbook, muitos anotaram a URL, perguntaram sobre o projeto e tal. Mission accomplished feelings.



E uma coisa que eu não canso de repetir: Em eventos desse tipo, a coisa que menos importa é ficar na sala prestando atenção na palestra. O networking no boteco pós evento é sempre mais importante. Conhecer pessoas novas, em que trabalham, trocar idéias, links, conexões em redes sociais e por ai vai :-)

o baile todo
(pessoas de belzônte, porto alegre-tchê e bahia, networking é isso aí ó)

Parabéns a todos da orgzanização, palestrantes e amigos. E que venha o próximo! :-)
Algumas fotos do evento no meu flickr, no flickr do Tuliom e no picasa do Djavan.

[update] os slides da minha palestra estão aqui:


[1] - Ahn?! Ahn?! Entendeu?!
Postar um comentário